29 fevereiro, 2016

Máquina de costura antiga

Quantas casas não têm arrumada uma velha máquina de costura.
Em minha casa existe uma, tenho de ir olhar bem para ela.
É uma máquina que faz parte da minha infância. Uma vez por semana vinha uma senhora costurar cá a casa. Parece que a estou a ver, de tótó, a dar ao pedal, com as suas unhas pontiagudas que permitiam fazer vincos perfeitos nos tecidos... Saudades...
Deixo-vos imagens inspiradoras.

28 fevereiro, 2016

Tecidos de Chita

Chita é um tecido de algodão barato , com estampas de cores fortes, geralmente florais, e tramas simples.
As características principais são: cores primárias e secundárias em massas chapadas que cobrem totalmente a trama, tons vivos, grafite delineando os desenhos, e a predominancia de uma cor. As cores intensas servem não só para embelezar o tecido, mas também para disfarçar suas irregularidades, como eventuais aberturas e imperfeições.
Em Portugal é tradicional a denominada Chita de Alcobaça que se caracteriza pelo recurso a padrões estereotipados muito coloridos de influência Indo-Europeias, que se desenvolvem em riscas largas de decoração variada onde surgem pássaros, aves exóticas, animais, flores, frutas, figuras humanas, cornucópias, ânforas, ninhos e frutos tropicais. Cada padrão tem um nome próprio, (Persa; Viana; Belmonte; etc.), existindo em diferentes versões consoante a cor da barra.

27 fevereiro, 2016

Segundo Round….

Depois do sucesso do primeiro, cá estou eu na confecção do segundo round da compota de abóbora com nozes!
Creio que o ingrediente que dá o toque especial à compota é este: Canela Moida de São Tomé.

25 fevereiro, 2016

24 fevereiro, 2016

Pescada Abafada!

Inventei o nome mesmo agora!
O homem grande está obrigado a uma dietazinha.
Para fugir aos habituais grelhados e cozidos, ontem tive um tête à tête com a pescada e pensei: “Vou-te abafar!”
Num pedaço de papel de alumínio reguei um pouco de azeite e coloquei a posta de pescada por cima com umas pedrinhas de sal, salsa, alho cortado miudinho e uma rodela de gengibre. À volta pus uma cenoura cortada às rodelas e 3 couves de bruxelas, voltei regar com um pouco de azeite.
Fiz uma trouxa com o papel de aluminio e dispus num pirex com 4 batatas pequeninas.
Foi ao forno por meia hora.
O destinatário da receita adorou e eu, que também provei, digo-vos, estava uma maravilha!

21 fevereiro, 2016

Sabiam que… #1

… Para aquecer comida de modo mais eficaz no microondas basta fazer um pequeno buraco ao meio?

20 fevereiro, 2016

Menu de sábado

Simples, saudável…  
 … e com requinte!

19 fevereiro, 2016

Gadgets Culinários

Olhem só para estas coisas giras para a nossa cozinha…!
50-Useful-Kitchen-Gadgets-You-Didnt-Know-Existed-bag

15 fevereiro, 2016

Inspirações by Hortelã

Espaços coloridos.
Espaços que fazem lembrar a primavera!

14 fevereiro, 2016

Literatura para hoje


10 ENSINAMENTOS DE SHAKESPEARE PARA VIVER O AMOR TODOS OS DIAS

Intemporal e assertivo, o poeta e dramaturgo britânico imortalizou máximas que são verdadeiras lições de vida para os relacionamentos contemporâneos


É o sentimento que mais emoções desperta. «De todas as questões que preocupam o ser humano, nenhuma tem tanta importância como o amor», considera mesmo Allan Percy, coaching e autor de livros de desenvolvimento pessoal. Em «Como sabes que é amor?», publicado em Portugal pela Marcador Editora, apresenta 72 ensinamentos de Shakespeare que ensinam a viver o amor todos os dias. Estes são 10 dos que deve ter em conta no seu quotidiano a dois:
1. «Se não se lembra da mais pequena loucura que cometeu por amor, não amou»
A paixão, pelos benefícios que nos traz, «é um bálsamo», assegura Allan Percy. Estar apaixonado gera um reforço da autoestima «pelo simples facto de nos sentirmos amados, admirados e valorizados», refere. Esse estado de graça potencia ainda um aumento da criatividade. «Porque não queremos deixar de surpreender o outro», garante o coach.

12 fevereiro, 2016

Os dramas!

Drama 1

Comprei umas Adidas Stan Smith para o Tomaz!

Acho-as super giras e também bastante confortáveis.

O rapaz recusa-se a calçar as ditas, porque se recusa igualmente a deixar de usar as do momento, umas Skechers Go Run que estão a deixar de lhe servir….

 18-19-m20607-1

11 fevereiro, 2016

Tudo bem dobradinho!

As capas de colchão e  os lençóis ajustáveis são ótimos!
Especialmente para mim que gosto de uma cama bem esticadinha, os lençóis ajustáveis, podem ser uma boa solução!
O pior mesmo é dobrar os ditos. Estica daqui, dobra dali e quando vamos a ver temos um rodilho sem nexo nenhum, que nem sequer cabe no armário do lençóis!
Para que nunca vos aconteça este drama doméstico guardem esta imagem!!
enhanced-19894-1419960349-11

06 fevereiro, 2016

A compota da menina abóbora!

Felizmente cá por casa aparecem muitas coisas! Desta vez foi uma abóbora. Uma abóbora menina. Olhei para ela e pensei logo em doce! Ontem pus mãos à obra. A casa foi invadida por um cheirinho tão bom, tão acolhedor, tão inspirador…!
Ingredientes
1 kg de polpa de abóbora cortado em cubos
800g de açúcar, eu usei açucar amarelo
Sumo de 2 laranjas
200g de nozes picadas
1 pau de canela
1 colher de chá de canela em pó
Preparação:
1. Numa panela, levar ao lume a abóbora, o açúcar, a canela em pó, o pau de canela e o sumo de laranja.
Mexa, tape e deixe cozinhar em lume brando durante 1 hora.
2. Passado 1 hora, retire o pau de canela e passe tudo com a varinha mágica.
Junte as nozes.
Mexa e deixe cozinhar em lume moderado durante 15 minutos.
Convém de vez em quando ir mexendo.

03 fevereiro, 2016

DIY com pratos

Às vezes acontece-me andar a passear em lojas ou supermercados e ver pratos giríssimos. Se fosse de encontro à minha vontade, teria cerca de 3470 conjuntos de pratos!!!
De volta por blogs e Pinterest encontrei uma forma engraçada de só trazer dois ou três pratos, e de tamanhos diferentes.
Ora vejam!
Há variadíssimas formas de elaborar um trabalho destes.